subscribe: Posts | Comments

leader

Um dia, um gato

0 comments

  –  A sugestão de Cena Aberta para a semana  –

 

Beleza e imaginação em uma fantástica poesia. Uma fábula para crianças e adultos assistirem. Assim é o filme que ganhou o prêmio do júri do Festival de Cannes de 63, além de ser indicado a Palma de Ouro, naquele mesmo ano. Com recursos técnicos limitados, com trucagens visuais feitas diretamente nas películas de filmagem, o diretor tcheco construiu  uma narrativa interessante, utilizando a fantasia para fazer cinema e sutilmente uma crítica social.

A história é simples. Os moradores de um vilarejo assistem ao espetáculo de um mágico e seu gato, que usa óculos. Quando o bichano tira as lentes, tem o poder de mudar a cor das pessoas à sua volta de acordo com o caráter delas. Para cada mesquinharia humana, uma cor.  O fato assusta os adultos do lugar, que vêem o animal como uma ameaça, mas, ao mesmo tempo, atrai todas as crianças da vila. No meio do filme, o gato desaparece. Começa então uma busca nem tão interessante assim para todos envolvidos na história.

Um dia, um gato (legendas em espanhol)

Gênero: Comédia dramática – Direção: Jotchek Jasny – Idioma original: tcheco –
Ano: 1963 – País: Tchecoslováquia – Classificação: livre – Duração: 95 minutos

_______________________________
Guatá com adorocinema

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *