subscribe: Posts | Comments

Aos olhos, a História

0 comments

  –  Cinedebate aborda história e sociedade no Sudacas Bar. Sessão pública discute o “O jovem Marx”  –

 

Diariamente ela é ultrajada por falsificações praticadas por ideólogos que juram de pés juntos combater qualquer forma de ideologia. Há bem pouco tempo atrás, alguém chegou a decretar o seu fim. E com veemência.

Falamos da História. E a História continua viva, a testemunhar a marcha humana em um mundo em que a maior parte da riqueza produzida por muitos permanece sendo abocanhada por poucos. Por pouquíssimos!

A contradição fundamental da sociedade, isto é, o antagonismo que opõe os interesses dos donos dos meios de produção daqueles que empregam sua força de trabalho para produzir a riqueza, é uma história antiga. O mérito de contá-la de forma científica foi primeiro de Karl Marx e seu amigo Friedrich Engels.

A vida e as ideias do filósofo alemão e sua turma serão apresentadas e debatidas em sessão do filme “O jovem Marx”, no Sudacas Bar, nesta sexta-feira (13), a partir das 18h30. Na mediação do diálogo, estarão Fran Rebelatto, professora da UNILA, e Fabiano Severino, pedagogo da rede estadual de educação.

Além de ter integrado o Festival de Cinema de Berlim, no começo do ano, a película do diretor haitiano Raoul Peck está sendo veiculada em sessões alternativas de cinema. “O jovem Marx” permanece como um panfleto, tal qual em 1848, quando o espectro marxista convidou o homem a pensar em um mundo igualitário, para além da propriedade privada.


Cinedebate no Sudacas Bar

Exibição do filme “O jovem Marx”
Endereço: Av. República Argentina, 1106, Centro
Data: 13/10 (sexta-feira), a partir das 18h30
A entrada é livre e estão todos convidados!

_________________________________________
Guatá/ Paulo Bogler

 

 

 

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *