subscribe: Posts | Comments

língua

0 comments

  –  Um poema de Sofia Alves  –

 

a insuficiência do meu nome em tua boca
denuncia a barreira da palavra
expressar aqui pôr em eternidade o breve momento de um primeiro
olhar revelador parece pretensão mítica de história de amor trovadoresca
deixo o papel a pedro julieta inês romeu e todas aquelas épocas épicas
em que morrer de amor era fato de glória
permaneço na insuficiência da palavra
na duplicidade portuguesa do ser e estar versus a uniformização inglesa das sensações to be
trago aqui a fotografia da tua íris olhando pra mim
a denúncia da insuficiência da palavra diante de nós
viro amontoado de fonemas
viras falante sexo x idade y escolaridade z
a língua meu bem é a lambida inicial da palavra

___________________________________________
Sofia Alves é estudante de Letras e Literatura na cidade do Rio de Janeiro, RJ. Poema compõem a Escrita 50

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *