subscribe: Posts | Comments

leader

Banquinho da praça

0 comments

  –  Um poema de Adna Rahmeier. Uma fotografia de Áurea Cunha  –

.
Senta aqui
Me conta de você
Como vai a sua alma
.
Não quero saber
Só como você tá
Nem como foi seu dia
.
Quero saber o que
Te causa agonia
Ou o que te faz escapar dela
.
Escolhe
Você, eu, nós
Que estamos sentados nessa conversa
.
Deixa esse grilo de julgar
Pra lá
A intenção das minhas palavras
Sempre foi renovar
.
Também, se não quiser falar nada
Pode só ficar
Estamos todos atados nesse lugar
.
Como os nós de uma rede
Lançada ao mar
Prontos pra se segurar

________________________________
Adna Rahmeier é poeta, artesã e psicóloga. Áurea Cunha é fotojornalista. As duas vivem em Foz do Iguaçu, Pr. Poema e fotografia foram reproduzidas da Escrita 51

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *