subscribe: Posts | Comments

Filhos do tempo

0 comments

  –  Uma crônica de Jéssica Piovezan Klein  –

.
O tic tac do relógio bate todo o tempo longe de vocês. E ele é lento e sonoro. Doente e dolorido! Às vezes, nem aguentamos mas estamos aqui pra isso. Pra soar… e transcender!
.
Somos fruto e filhos do tempo, sem escolhas ou chance. Temos que ressoar mas não necessariamente reproduzir. Somos filhos e histórias de vocês mas não e nunca reprodução. Somos e devemos ser melhores! Nascemos pra isso. Somos a contravenção já disseram… E somos isso mesmo, queremos porém não nos  formamos sozinhos, somos fruto do sofrimento, da falta, da vontade, da dor e do choro! Somos mais fortes e muito mais afáveis . A gente quer o melhor e trabalharemos pra isso até o final, nem que isso custe nossa vida que vocês chamam de alma e nós chamamos de essência!
.
Vocês devem vidas pra nós, vocês devem amores, devem histórias, devem decência, devem glórias, devem tudo o que vocês acham que tem. Nós construímos seus impérios, nós construímos suas escolhas, nós construímos suas músicas… O que são vocês mesmo ?
.
Vocês não nos reconhecem porque nem sabem quem são, nós somos o real, vocês são o que vocês criaram! Nós somos o sofrimento, vocês são o prazer que nos dão em doses homeopáticas e doentias a favor das suas vontades… Nós sabemos o nosso poder e vocês nos usam até quando deixarmos. O tempo é sempre nosso!

_________________________________
Jéssica Piovezan Klein é pedagoga, batuqueira e professora de ensino fundamental na rede pública de educação em Foz do Iguaçu, Pr. Texto publicado na revista Escrita 51 

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *