subscribe: Posts | Comments

Canção da Primavera

0 comments

  –  Um poema de Mário Quintana. Uma fotografia de Áurea Cunha  –

.
(Para Érico Veríssimo)
.
.
Primavera cruza o rio
Cruza o sonho que tu sonhas.
Na cidade adormecida
Primavera vem chegando.
Catavento enlouqueceu,
Ficou girando, girando.
Em torno do catavento
Dancemos todos em bando.
Dancemos todos, dancemos,
Amadas, Mortos, Amigos,
Dancemos todos até
Não mais saber-se o motivo…
Até que as paineiras tenham
Por sobre os muros florido!

____________________________
Mario Quintana, poeta brasileiro (106-1994). Poema publicado em Canções, 1946.

Áurea Cunha é fotojornalista em Foz do Iguaçu, Pr.

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *