subscribe: Posts | Comments

“Garrincha no Timão”

0 comments

  –  Documentário é a sugestão do Cena Aberta. O filme aborda a pouco conhecida trajetória de Garrincha no Corinthians, em 1966  –

Garrincha e Elza Soares, no dia da apresentação do craque no Corinthians (acervo UH/Folha press)

.
O documentário “Garrincha no Timão” é uma das atrações do Cinefoot, único festival de cinema de futebol do Brasil, que acontece até a próxima quarta-feira (3), no Museu do Futebol, no Pacaembu, em São Paulo.
.
A história é contada por meio de depoimentos de Elza Soares, dos jornalistas José Trajano, Juarez Soares, José Maria de Aquino e Celso Unzelte, do professor José Teixeira (morto neste ano) e dos ex-jogadores Coronel, Jair Marinho, Marcos e Rildo, entre outros.

.
O documentário, dirigido pelos jornalistas Helvidio Mattos e Rafael Valente e que tem a coprodução da ESPN com a Canal Azul, aborda a pouco conhecida trajetória de Mané Garrincha no Corinthians, em 1966, quando o jogador e clube alvinegro, estavam em baixa e tentavam se reerguer.
.
Na época, o atacante estava com 32 anos, havia operado os dois joelhos e vinha de um período ocioso, com poucos jogos pelo Botafogo, seu único clube até então em 13 anos como profissional de futebol.
.
Havia até um consenso de que a última atuação brilhante dele fora na decisão do Estadual do Rio de Janeiro de 1962, quando a equipe alvinegra derrotou o Flamengo. Foi naquele ano também que ele levou a seleção ao título da Copa disputada no Chile.
.
“A história desse curioso casamento entre Garrincha e Corinthians permaneceu durante várias décadas um mistério devido a escassez de informações. Afinal, como foi a passagem do Mané pelo clube paulistano? Por que ela durou um ano e apenas 13 jogos? O Corinthians não conseguiu mesmo ser campeão? Respostas que podem ser encontradas no documentário Garrincha do Timão”, disse o jornalista Rafael Valente.
.
Além da contratação de Garrincha, o Corinthians trouxe dois outros jogadores considerados craques na época: Ditão (zagueiro) e Nair (meio-campista) da Portuguesa. Com esse trio, a “A Gazeta Esportiva” usou a palavra Timão para classificar a equipe do Corinthians.
.
O extinto periódico usou outras vezes a palavra Timão e ela caiu no gosto da torcida, que adotou mesmo sem o Corinthians ter conseguido o sucesso esperado.

Clique e veja mais sugestões de Cena Aberta

________________________
Fonte: PPress / Cinefoot

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *