subscribe: Posts | Comments

Yaguareté!

0 comments

  –  Dia Nacional da Onça-Pintada, espécie símbolo da proteção ambiental, foi comemorado em Foz. População de onças no Parque Nacional do Iguaçu cresce com trabalho de referência em conservação  –

Número de onças-pintadas no Parque passou de 12 para 22 em seis anos – foto projeto Onças do Iguaçu

.
O PNI (Parque Nacional do Iguaçu) recebeu nessa quinta-feira, 29, evento comemorativo ao Dia Nacional da Onça-Pintada. A data foi instituída neste ano no calendário oficial do país, para celebrar e fortalecer as iniciativas de conservação e a conscientização da sociedade sobre a importância da proteção desses felinos.
.
O evento reuniu diretores, servidores e técnicos do parque e das empresas concessionárias da unidade de conservação, gestores públicos e representantes de instituições da sociedade civil. Participaram das comemorações ambientalistas, empresários, guarda-parques, policiais ambientais e integrantes das Forças Armadas.
.
Chefe do PNI, Ivan Baptiston fez um relato histórico da ocupação humana na região e a relação das comunidades com a reserva ambiental. Ele destacou o combate à caça ilegal, o fortalecimento da educação ambiental e a maior integração do parque com as populações lindeiras como fatores que contribuem para a conservação das onças.

“Ivan Baptiston: “Data emblemática em que celebramos os avanços para a conservação da onça no Parque”.

“É uma data emblemática, marcante, em que celebramos o Dia Nacional da Onça e os avanços para a conservação dessa espécie no Parque Nacional do Iguaçu”, afirmou Baptiston. “É um esforço que começou anos atrás com políticas públicas para se melhorar a interação do parque com as comunidades, combater a caça e promover a conscientização”, apontou.
.
Avanços – Presente ao evento em Foz do Iguaçu, o diretor do Cenap (Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos e Carnívoros), Ronaldo Morato, ressaltou os avanços dos projetos de conservação da onça-pintada no Parque Nacional do Iguaçu e em outras unidades brasileiras. Ele defendeu a relação harmônica entre meio ambiente e desenvolvimento.
.
Morato reconheceu a importância das experiências e ações conservacionistas mantidas na região. “O Parque Nacional do Iguaçu é o berço da conservação da onça-pintada no Brasil. Daqui saíram os maiores líderes, que atuam em diversas instituições e desenvolvem trabalhos em diferentes projetos no país”, destacou.
.
Nas selvas da região – 
A onça-pintada Atiaia e seus três filhotes passeiam pelo PNI (Parque Nacional do Iguaçu). Eles são vistos em vídeos captados por câmeras colocadas na mata, registros de imagens incomuns e inéditos na região de uma família tão numerosa. Com seis meses de idade, as oncinhas receberão cuidados da mãe até os 2 anos, enquanto aprendem a caçar e a sobreviver.

Atiaia, fêmea que recentemente deu cria a três filhotes no Parque Nacional do Iguaçu. (Foto: Emílio White)

.
Sem reconhecer as fronteiras implantadas pelo homem, o macho Croissant percorre longos quilômetros pela Mata Atlântica, no território dos parques nacionais do Brasil e da Argentina. As onças-pintadas conhecidas pelos nomes refletem o trabalho de conservação do maior felino das Américas nas selvas da região.
.
Além de nomes, há números. Em seis anos, a quantidade de onças-pintadas no PNI passou de 12 indivíduos em 2010 para 22 em 2016. São estimativas. Em dezembro, serão divulgados os dados do novo censo dessa população, feito a cada dois anos. O trabalho é de brasileiros e argentinos dos projetos Onças do Iguaçu e Yaguareté, com muitas parcerias.

 

Dia da Onça em Foz – O evento no Parque Nacional do Iguaçu para celebrar o Dia da Onça contou com exposição de artes visuais tendo o felino como tema, do grupo internacional ABUN (Artistas e Biólogos Unidos pela Natureza). Foram lançados dois vídeos e um livro voltados para a conservação das onças e realizada a entrega do prêmio do concurso nacional de melhor desenho infantil: “Onça-pintada, símbolo da biodiversidade brasileira”.
.
Coordenadora do projeto Onças do Iguaçu, Yara Barros celebra os resultados positivos para a conservação das onças. “É fantástico ver a Atiaia e seus três filhotes passeando, pois é uma espécie criticamente ameaçada”, disse. “O Dia da Onça deve servir para lembrar as pessoas sobre o encantamento natural.”

O adolescente carioca Lucas, vencedor do concurso nacional de desenho, contempla as obras artísticas com sua família. (Acervo Onças do Iguaçu)

.
Ela explica a importância da presença desses animais no meio natural. “A mata que comporta uma população de onças, que é uma espécie de topo de cadeia, está saudável, está bem em termos de presas e de diversidade. A simples presença de onças é um indicativo de uma boa saúde da floresta”, concluiu.

_________________________
Paulo Bogler

 

 

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *