subscribe: Posts | Comments

leader

Sarau, 70 anos!

0 comments

Programação em Foz celebra aniversário da Declaração dos Direitos Humanos. 
Evento aberto ao público terá música, exposições, feira de orgânicos e banca de livros

Um marco histórico para o sistema de garantias individuais e sociais, a Declaração Universal dos Direitos Humanos completa 70 anos neste mês de dezembro. A data de reflexão será marcada em Foz do Iguaçu com o Sarau 70 DH, neste sábado, 8, a partir das 17h, com entrada gratuita.

Promovido pela entidade não governamental iguaçuense CDHMP (Centro de Direitos Humanos e Memória Popular), o evento terá apresentações musicais, exposições, feira produtos orgânicos e banca de venda de livros. O sarau irá comercializar de bebidas e petiscos.

O encontro visa a estimular a reflexão sobre os desafios relacionados à promoção dos direitos humanos na atualidade. A confraternização também pretende arrecadar recursos para a manutenção da sede do CDHPM e dos projetos realizados por ativistas e militantes que integram a organização.

“O sarau é um espaço democrático, com um bom papo, música engajada e compromisso coletivo de defender os direitos humanos”, frisa o presidente do CDHMP, Aluizio Palmar. “Convidamos a todos para que participem com projetos, ideias e produtos para expor”, completa.

Sede do Centro de Direitos Humanos e Memória Popular de Foz do Iguaçu
Sede do Centro de Direitos Humanos e Memória Popular de Foz do Iguaçu

Arte e direitos humanos

O Sarau 70 DH contará com show de voz e violão do músico Jaime Schlogel, o “Pingo”. No repertório, sambas, chorinhos e outras composições da Música Popular Brasileira, além das clássicas canções de engajamento político e social.

Entre as instalações, o evento apresentará a exposição “À flor da pele”, de Aline Torres e Marcão Oliveira, que aborda a valorização da identidade afrodescendente. Artista plástica, estilista e artesã Mayara Regina irá expor suas criações baseadas nos conceitos de reuso de materiais e sustentabilidade.

Carta dos direitos

O Brasil é signatário da Declaração dos Direitos Humanos, documento que foi aprovado pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948. Em 30 artigos, o texto garante a todas as pessoas os direitos humanos, a igualdade, a dignidade e as liberdades fundamentais. A carta é contra todas as formas de opressão e de discriminação.

Serviço:
Sarau 70 anos dos Direitos Humanos
8 de dezembro (sábado), às 17h
Alameda Batuíra, 146, Vila A – Foz

Assessoria CDH

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *