subscribe: Posts | Comments

leader

Vende-se um poema

0 comments

A poesia de Sidney Giovenazzi

Eu não sei de nada
nesta manada
como todo mundo
achando que sabe tudo

Eu detesto aquilo
conhecimento por quilo
como todo chato
de argumento barato

Eu prefiro as cheias
de conteúdo nas veias
como quem procura
a autoria da cultura

Eu rôo as unhas da prostituta
roubo a aventura do ladrão
salvo a vida do médico
mas não mexo com poeta não

Poeta é sagrado
custa o tempo da criação
faz Deus desconfiado
mas sorrir de compaixão

Se for mexer aviso
só mexo com poeta sim
que não tem juízo
em emoções alheias
que não sabe nada
que não seja íntimo
que detesta aquilo
se não for delírio
e que prefere as cheias
do mar de idílios

Alguém que encanta a fada
e torna a ciência vazia
Que vende um poema
jamais a poesia

_____________________________
Sidney Giovenazzi é músico, poeta e jornalista em São Paulo – SP

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *