subscribe: Posts | Comments

leader

Quem disse?

0 comments

Um poema de Danielli Ovsiany Becker

Nasci!
Me tornei mulher
Suportei o peso de ser mulher:

“Você não pode ser assim,
Você tem que ser assim,
Você não deve dizer isso,
Você não pode gostar disso!”

Quem disse?
Quem determina o que sou ou que serei?

“Você está linda,
Você está feia,
Você está gorda,
Você está muito magra!”
Quem disse?
Quem determina como devo ser ou com quem devo parecer?

“Você não pode andar sozinha,
Você não deve ir lá,
Você não pode sair assim,
Você deve se cuidar!”

Quem disse?
Quem determina aonde posso ir ou como devo me vestir?

“Você tem que casar,
Você tem que ser mãe,
Você tem que cuidar do lar,
Você tem que se comportar!”

Quem disse?
Quem determina o que faço ou não da minha vida?

“Você não pode fazer esse curso,
Você não pode trabalhar com isso,
Você vai receber menos,
Você vai trabalhar igual!”

Quem disse?
Quem determina quando e onde devo trabalhar ou quanto devo ganhar?

“Você não deve ter a iniciativa
Você não deve transar no primeiro encontro,
Você tem que evitar gravidez,
Você não pode abortar!”

Quem disse?
Quem determina o que posso ou não fazer do MEU corpo?

Durante toda a minha vida foram e são muitos:
Você não pode,
Você não deve,
Você é feia,
Você é gorda,
Você é estranha,
Você é piranha!

Eu acabei me diminuindo,
Me encaixando, me ajustando,
Para ser alguém que não sou,
Para caber onde não caibo!

Basta!

Serei eu,
Direi as minhas palavras,
Pensarei meus pensamentos,
Serei o que eu quiser ser!

Sou mulher, branca, negra, indígena, trans, gorda, magra!
Sou e serei eu!

__________________________
Danielli Ovsiany Becker, nascida em um 8 de março,

é professora da rede pública de educação e sindicalista em Foz do Iguaçu, Pr.

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *