subscribe: Posts | Comments

leader

Povos originários

0 comments

Comissão do Congresso determina que Funai retome controle das demarcações indígenas. Derrota do governo ocorreu em votação da comissão parlamentar do Congresso que analisava reestruturação administrativa

No início do ano, a Funai havia sido transferida para o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (Foto: Antonio Scorza)

A comissão especial do Congresso que analisava a reorganização administrativa do governo Bolsonaro decidiu por 15 votos a 9 devolver à Fundação Nacional do Índio (Funai) a prerrogativa de demarcação das terras indígenas no país. A Funai também voltará a integrar o Ministério da Justiça.

Através de medida provisória editada no dia 1º de janeiro, o governo passou os poderes de demarcação das terras indígenas ao Ministério da Agricultura, e deixou a Funai sob comando do recém-criado Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, liderado por Damares Alves.

A transferência da Funai e a devolução de sua prerrogativa de demarcação representam derrotas do governo. Em evento no Superior Tribunal de Justiça ontem (7), a Ministra Damares afirmou que brigaria para manter controle sobre a Fundação: “ Funai tem de ficar com mamãe Damares, não com papai Moro”.

O relator da comissão e líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), também incluiu em seu relatório a transferência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Justiça para o Ministério da Economia. À contragosto do ministro Sérgio Moro, os parlamentares aprovaram a mudança por 14 votos a 11.

Agora o relatório segue para aprovação nos plenários da Câmara e do Senado.

__________________________
Brasil de Fato

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *