subscribe: Posts | Comments

leader

De girino a adulto

0 comments

Coleção de livros apresenta a vida dos girinos para crianças. Pesquisador da UNILA é coautor de dois volumes da coleção; livros podem ser baixados gratuitamente, e versão impressa será distribuída em escolas

A coleção pode ser baixada gratuitamente. Veja os links no final da reportagem.

“Um grupo de cientistas que pesquisa anfíbios estava muito curioso para entender mais sobre os girinos. Eles já tinham percebido que os girinos de sapos, rãs e pererecas são muito diferentes, mas faltava compreender o porquê da diversidade de formas, cores e comportamento dos girinos.”

O trecho do livro “De girino a adulto: muita história para contar” descreve como foi o início do projeto Girinos do Brasil, pesquisa que integra o Sistema Nacional de Pesquisa em Biodiversidade do Brasil (Sisbiota) e é desenvolvida por 22 pesquisadores de 17 universidades brasileiras, entre elas a UNILA. O livro faz parte de uma coleção destinada a crianças, que apresenta para a meninada o universo muito particular desses seres minúsculos que habitam corpos d’água de norte a sul do Brasil.

A coleção tem um total de seis livros que estão em fase de impressão, mas que já podem ser baixados em formato eletrônico. As edições impressas serão distribuídas para bibliotecas de escolas públicas pelos pesquisadores.

No projeto Girinos do Brasil, desenvolvido de 2011 a 2013, foram coletados girinos de mais de 300 espécies de anuros (sapos, rãs e pererecas), encontrados em cinco dos seis biomas brasileiros – Amazônia, Pantanal e Chaco, Mata Atlântica, Caatinga e Cerrado.

Um dos pesquisadores que fizeram parte do trabalho é o professor da UNILA Michel Varajão Garey. Ele é coautor de dois livros da coleção: “De girino a adulto: muita história para contar” e “Girino de todo jeito: conhecendo os girinos da Mata Atlântica”. “Quando estávamos pensando no projeto, chegamos à conclusão de que seria importante incluir uma vertente de popularização da ciência. Escolhemos fazer livros infantis por uma questão de formação, de educação ambiental, e para mostrar a importância dos anfíbios e dos girinos”, explica Michel.

O primeiro livro descreve como foi realizada a pesquisa, além de explicar a metamorfose desde a eclosão do ovo, o desenvolvimento do girino e a transformação para a fase adulta. A partir daí, cada livro da coleção é destinado a um dos biomas e a um aspecto dos girinos, por isso a leitura não depende de uma sequência.

Página interna do volume sobre os Girinos da Mata Atlântica (Reprodução)

Interesse pela ciência – Uma das finalidades da coleção é preencher uma lacuna no aprendizado sobre anfíbios, que na maioria das vezes é restrito à fase adulta. “Como acontece a metamorfose, como é a questão da dieta, o que comem, o comportamento, onde vivem, como a gente sabe que um girino é de uma espécie e não de outra. A ideia foi essa: ampliar, mostrar para crianças como é que a gente faz para saber que os girinos não são todos iguais”, aponta o pesquisador. “A ideia é, também, cultivar o interesse pela ciência, pelo ambiente, pelos anfíbios. Mostrar que os anfíbios são um grupo que merece atenção, que são importantes para o funcionamento dos ecossistemas, para o controle de pragas e de vetores de doenças”, diz, lembrando que, no Brasil, existem mais de mil espécies de anfíbios.

Para o professor, a experiência de produzir livros de ciências para crianças foi marcante. “Foi um dos principais trabalhos que eu fiz, pela relevância que tem. Foi muito motivador”, avalia Michel. “A gente, poucas vezes, consegue transpor os muros da universidade, levar o conhecimento para todo mundo, e um livro desses tem um impacto muito grande.”

Segundo o pesquisador, o projeto Girinos do Brasil, além da coleção de livros infantis, gerou mais de uma dezena de trabalhos publicados em periódicos nacionais e internacionais. O projeto também gerou desdobramentos, como a coleta de espécies em áreas urbanas e rurais de Foz do Iguaçu, incluindo o Parque Nacional do Iguaçu.

Os dados vão integrar a base nacional do projeto Sisbiota: Girinos do Brasil. O próximo objetivo dos pesquisadores será publicar um livro, nesta mesma linha, porém voltado ao público acadêmico.

Acesse os livros em:
De Girino a Adulto: http://bit.ly/degirinoaadulto
Girinos da Mata Atlântica: http://bit.ly/girinosdamataatlantica
Girinos do Cerrado: http://bit.ly/girinosdocerrado
Girinos do Pantanal: http://bit.ly/girinosdopantanal
Girinos da Caatinga: http://bit.ly/girinosdacaatinga
Girinos da Amazônia: http://bit.ly/girinosdaamazonia

___________________
Unila

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *