subscribe: Posts | Comments

leader

Relógio

0 comments

Um poema de Mario Quintana

O mais feroz dos animais domésticos
é o relógio de parede:
conheço um que já devorou
três gerações da minha família.

________________________
Mario Quintana, poeta brasileiro. (1906-1994)

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *