subscribe: Posts | Comments

leader

117 anos!

0 comments

O homem mais velho do mundo pode ser um paranaense

No último dia 2 de outubro, o Instituto de Identificação do Paraná (IIPR), da Polícia Civil do Paraná , fez a carteira de identidade do homem que pode ser o mais velho do mundo. Sebastião Batista dos Santos tem 117 anos, vive no município de Coronel Vivida e é um homem muito simples. Ele teve nove filhos e uma esposa que morreu em 2010, e anda meio debilitado, depois de sofrer um AVC.

A papiloscopista Elisa Manoeli pesquisou no site do Guinness Book e viu que a “vaga” do homem mais velho do mundo está aberta, pois o homem mais velho que estava no Guinness tinha 113 anos e já morreu. O cadastro do seu Sebastião no site do Guinness Book já foi feito no dia 3. Agora é aguardar até 12 semanas para ser analisado e eles responderem solicitando as comprovações necessárias, das quais já temos todos os registros. As informações são do Bem Paraná.

Descobertas – Até a inscrição de Seu Sebastião no Guinness houve um longo caminho para descobrir a idade dele, que começou com o papiloscopista Fernando José Fabrowsk, Chefe do Setor de Almoxarifado do IIPR, que já conhecia a história do seu Sebastião e a Papiloscopista Elisa Manoeli, asssessora de imprensa, além de vários funcionários que compraram o desafio. Os dois viram que a última Carteira de Identidade dele foi expedida em 1990. A partir daí, os funcionários do instituto montaram uma força-tarefa para realizar um atendimento volante e uma entrevista com o senhor Sebastião para contar essa história. Infelizmente, a família não possuía a certidão original de nascimento. Mas dentro do IIPR, há um setor de Digitalização e Microfilmagem, onde foram encontrados o prontuário civil e a cópia da certidão de nascimento do seu Sebastião.

Leia a reportagem completa em CabezaNews : https://cabezanews.com/o-homem-mais-velho-do-mundo-mais-velho-do-mundo-pode-ser-um-paranaense/

_________________________
Da página Cabezanews.

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *