subscribe: Posts | Comments

Emoção e equilíbrio

0 comments

–  Curso Psicoterapia de Bonding  –

Quantos mistérios existem entre o coração e o comportamento humano? Quem determina quem somos? Será que somos o que queremos ser ou somos reflexos de dores mal curadas?

Um encontro que acontecerá entre os dias 9 e 10, em Foz do Iguaçu, pretende dar luz às inúmeras perguntas que estão presas dentro das pessoas, muitas vezes condicionadas ao inconsciente. O objetivo é procurar a libertação de emoções, principalmente aquelas adquiridas a partir da ausência de preenchimentos psicossociais Os organizadores do curso defendem que isso é fundamental para uma reconstrução cognitiva, autonomia e empoderamento individual.

A Psicoterapia de Boding (antigamente conhecida Processo de Nova Identidade) foi criada pelo Dr. Dan Casriel, psiquiatra norte-americano. Trata-se de um processo terapêutico grupal utilizado em 10 países do mundo por mais de 30 anos. Tem sido promovido pela Associação Européia de Psicoterapias e está em expansão pela América Latina.

Na Argentina, ela é presidida por Ramon Néstor Vega. É ele quem ministrará pessoalmente o curso em Foz do Iguaçu, trabalhando dinâmicas e técnicas aplicadas a crianças e adolescentes, assim como a adultos vítimas de emoções disfuncionais.

A terapia bonding trabalharia o reconhecimento das emoções ocultas, dando protagonismo a sua expressão mediante ao uso da voz e dos movimentos corporais. Segundo seus defensores, tem alcançado grandes conquistas no combate a depressões, dependências químicas, traumas e demais mazelas.

Se concentra em potencializar a paixão criativa em cada participante e faze-lo compreender o poder interno de cinco emoções primárias: MEDO, DOR, RAIVA, AMOR e PRAZER.

Serviço:

DATA: 9 e 10 de Novembro
HORÁRIO: 9h as 12h e 14h30 as 17h30.
Contribuição Solidária: R$ 15 a R$ 30,00
Inscrições: nossolar@fnl.org.br
Contato: 99985-2883

____________________________
Assessoria 


Pela vida, contra a violência

0 comments

  –  Entidade carioca lança campanha sobre relacionamentos abusivos  –

A CAMTRA – Casa da Mulher Trabalhadora, do Rio de Janeiro, lança a campanha #VIRADADEJOGO, com o objetivo de conscientizar jovens meninas e meninos sobre relacionamentos abusivos. A campanha consiste de vídeo informativo, folder e material de divulgação online, e atividades como dinâmicas e rodas de conversa. A fim de auxiliar as jovens e os jovens que estão no início de sua vida afetiva a identificar as violências física, psicológica, moral, patrimonial e sexual.

Durante o ano de 2017, grupos de mulheres jovens se reuniram e desenvolveram a campanha lançada agora em dezembro. (Fotos: arquivo Camtra)

A campanha foi construída ao longo de 2017 com a participação de diversas mulheres jovens, o tema foi escolhido em consenso, diante do paradoxo que o assunto do feminismo se encontra cada vez mais presente nas mídias e nos debates em geral, mas mesmo assim a violência doméstica e violência contra a mulher ainda apresentam índices alarmantes.

Rebecca Nora, estudante de Serviço Social e uma das protagonista da ideia, comenta no blog do movimento os primeiros contatos do público jovem com a campanha: “É muito enriquecedora essa experiência de troca, é muito bonito ver a juventude que é institucionalmente posicionada em um lugar de subordinação se tornando sujeito de sua própria história. Eu sou porque nós somos. #viradadejogo.”

Em fase de multiplicação da campanha, a coordenação do CAMTRA abre a possibilidade da campanha ser desdobrada através de pessoas interessadas pelo tema. Se você pretende ter a campanha apresentada em sua escola, coletivo, projeto social, etc, deve contatar a entidade através do site https://camtracmt.wixsite.com/viradadejogo .

A campanha #VIRADADEJOGO Mulheres Unidas Contra Relacionamentos Abusivos é realizada pela CAMTRA com o apoio do Fundo Fiduciário das Nações Unidas pelo Fim da Violência contra as Mulheres/ONU Mulheres Brasil e da DKA Austria – Dreikönigsaktion der Katholischen Jungschar.

_____________________
Fonte: Camtra


Cultura pela Paz

0 comments

  –  Ponto de Cultura promove Mostra no Porto Meira  –

Estudantes do bairro participam de oficina de fanzine. 

O Ponto de Cultura do CDHMP-FI realiza nesta sexta-feira (08), nos períodos da manhã e da tarde, Mostra do projeto Cultura da Paz: Comunicação, Saberes e Arte para a Paz, no Centro de Convivência Francisco Buba.
Serão apresentados produtos culturais elaborados pelas oficinas de educomunicação ao longo do segundo semestre e dinâmicas sobre direitos humanos.

Com a Mostra encerram-se as atividades do projeto este ano, e que serão retomadas em 2018. O Projeto Cultura da Paz, idealizado em 2014 por membros-ativistas do CDHMP-FI visa promover os direitos humanos através de oficinas de educomunicação e cine debate, dialogando com crianças, jovens e adultos.

Dinâmica de grupo em oficina sobre os Direitos Humanos (fotos: divulgação)

O que é Cultura da Paz?

“ Uma Cultura de Paz é um conjunto de valores, atitudes, tradições, comportamentos e estilos de vida baseados: No respeito à vida, no fim da violência e na promoção e prática da não-violência por meio da educação, do diálogo e da cooperação; No pleno respeito e na promoção de todos os direitos humanos e liberdades fundamentais; No compromisso com a solução pacífica dos conflitos; Nos esforços para satisfazer as necessidades de desenvolvimento e proteção do meio-ambiente para as gerações presente e futuras;” (ONU, 2004)

Local: Centro de Convivência Francisco Buba
Sexta-feira 08/12 – Horário: das 08 às 16 horas.

____________________
Assessoria


O tempo da música

0 comments

  –  Estudantes do curso de Música  da Unila apresentam recitais de conclusão de ciclos acadêmicos. Entrada aberta e gratuita para os iguaçuenses  –

A população de Foz do Iguaçu e região pode prestigiar recitais de música de qualidade e com entrada gratuita. Estudantes de Música apresentam recitais que integram a grade curricular do curso, a cada dois anos, como uma espécie de avaliação. Isso ocorre no meio da graduação (segundo ano) e ao final (quando estão se formando). Nesse momento, eles são responsáveis por todos os compromissos, como agendar espaço, fazer produção do evento e também divulgar toda a programação. Na UNILA, os recitais são realizados de acordo com as ênfases que os cursos oferecem: canto, violão e piano.

Recital “Vozes Negras”, de Clarissa Souza. (Foto: Raquel Maia Arvelos‎)

O dia da apresentação é especial para os estudantes e também marca o momento em que eles são avaliados por uma banca de professores da área. Na primeira quinzena de dezembro haverá diversas programações até o dia 14, com recitais solo (apenas o estudante avaliado) ou de classe (quando é realizado em conjunto com toda a turma). E toda a programação é gratuita e aberta ao público – ou seja, além de uma atividade acadêmica, constitui-se num evento cultural.

As apresentações estão sendo realizadas Jardim Universitário e em outros locais da fronteira, conforme programa abaixo:

Clique aqui e assista a um vídeo condensando alguns dos recitais já apresentados

_____________________________
FONTE: Unila


Foz discute Cultura

0 comments

  –  Abertura da Conferência municipal acontece nesta sexta-feira. Lula Dantas, produtor cultural da Bahia, realiza palestra inaugural  –

 

Começa nesta sexta-feira (08), às 19:30 horas, a 4ª Conferência Municipal de Cultura. Em dois dias, artistas, produtores culturais, gestores, representantes de coletivos e organizações debatem propostas para o desenvolvimento cultural no município. Aberto ao público, o encontro acontece na sede da Fundação Cultural, na região central da cidade.

A programação prevê mesa de abertura com representantes da sociedade civil e do Poder Público e apresentações artísticas. O produtor cultural Lula Dantas, da Bahia, faz a palestra “Democratização de políticas públicas de cultura”, dialogando a partir do tema principal. Dantas é um dos principais articuladores da Comissão Nacional de Pontos de Cultura, colegiado que chegou a representar 4 mil entidades culturais no Brasil.

A Conferência de Cultura acontece a cada dois anos para promover um amplo debate sobre a produção artística e cultural iguaçuense. O relatório final reúne propostas, diretrizes, estratégias e moções. A plenária de realizadores culturais e gestores públicos ainda elege as organizações da sociedade civil que compõem o CMPC (Conselho Municipal de Políticas Culturais), no biênio 2017-2019.

“As propostas e diretrizes aprovadas definem a ação governamental na área cultural”, explica o presidente do CMPC, José Luiz Pereira. “A conferência é uma instância pública, com seus delegados e também participantes. Por isso, toda a comunidade está convidada a trazer as suas demandas e necessidades na área da cultura, apresentá-las e discuti-las na conferência”, frisa.

 

Atividade de preparação da Conferência no Colégio Ipê Roxo, no bairro Cidade Nova. (Foto: acervo CMPC)

Preparação

Para a realização da 4ª Conferência Municipal de Cultura, foram promovidas 13 pré-conferências em bairros, estabelecimentos de ensino e associações culturais. “Mesmo sem a obrigação legal, realizamos os encontros preparatórios para ouvir a população, levantar suas demandas e fortalecer o conceito de que cultura é um direito social de todas as pessoas”, enfatiza José Luiz Pereira.

Conforme o Conselho de Cultura, as pré-conferências reuniram cerca de 100 propostas que serão discutidas na conferência. Os encontros aconteceram no CAIA, Biblioteca CNI, Centro Comunitário Vila C, Projeto Um Chute para o Futuro, Teatro Barracão, Movimento Alternativo de Foz do Iguaçu, ADERE, Projeto New For Life, Colégio Ipê Roxo (Cidade Nova), SDS Cia. Teatral, Centro da Juventude e dois encontros na Fundação Cultural.

 

Currículo

O realizador cultural Lula Dantas, responsável pela palestra de abertura da conferência, possui experiência em articulação e mobilização de redes, integrando a Comissão Nacional dos Pontos de Cultura. É membro do Conselho Estadual de Cultura e do Fórum dos Agentes, Gestores e Empreendedores Culturais do Litoral Sul da Bahia. Preside o Conselho Municipal de Cultura e integra o Coletivo de Entidades Negras de Itabuna, BA.

 

Conferência

Como prevê o (Sistema Municipal de Cultura), principal marco legal do setor, a Conferência de Cultura é organizada Conselho Municipal de Políticas Culturais, com o apoio da Fundação Cultural. Este ano, o tema central é “Democratização de políticas públicas de cultura: linguagens, identidades e diversidade na contemporaneidade” e os debates e propostas baseiam-se em cinco eixos temáticos.

 

Quem participa

Participam da conferência cidadãos maiores de 16 anos residentes em Foz do Iguaçu, representantes dos diversos setores da cultura e demais segmentos da sociedade civil. O espaço de diálogo é integrado por representantes do Poder Público com atuação relacionada à cultura e delegados inscritos no SMIIC (Sistema Municipal de Informações e Indicadores Culturais).

Leia aqui o regulamento completo da Conferência

As inscrições para a conferência são feitas pelo formulário eletrônico disponível no site www.culturafoz.com.br.

 

4ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA

Data: 08 e 09 de dezembro. Abertura na sexta-feira (08), às 19h30
Local: Fundação Cultural (rua Benjamin Constant, 62, Centro)

_________________________________
Fonte: Assessoria e página do CPMC


Arte para um mundo melhor!

0 comments

  –  Casa do Teatro fecha o ano com a realização de mais uma “Mostra da Cidadania”  –

Há mais de cinco anos a Mostra da Cidadania reúne as apresentações das atividades desenvolvidas durante o transcorrer do ano nas oficinas da Casa do Teatro.

A Mostra está marcada para os dias 01 e 02 de dezembro. Em 2017, serão dois emocionantes dias em que você poderá prestigiar e celebrar o poder de transformação da arte e a resistência ao cenário árido em que os artistas iguaçuenses plantam e teimam.

Na sexta, dia primeiro, a programação de espetáculos teatrais e de dança de rua promete bons momentos de emoção. A peça “O Pequeno Príncipe”, numa linda montagem das crianças alunas do curso de iniciação ao teatro da Casa, abre o palco. Depois “Dom Casmurro”, da Companhia Contágio. Tudo mesclado com a energia da galera de dança de rua da Sioux Crew, uma companhia de dança que nasceu no Teatro Barracão.

No sábado, é dia das apresentações dos alunos de jazz e ballet clássico. Os iniciantes da dança subindo ao palco pela primeira vez.

Serviço:
Mostra da Cidadania
Dias 1 e 2 de dezembro, sempre às 21 horas.
Teatro Barracão, Foz do Iguaçu

Entradas a R$ 7,00 e mais um quilo de alimento não perecível

Informações: 45 – 3901.3206
Realização: Oficinas da Casa do Teatro

___________________________
Assessoria


« Previous Entries