leader

Cena Aberta (Cinema)

Indicações de filmes pela turma da Guatá.
(Obs: assista ao filme em destaque no rodapé desta página ou clique no Título para abrir em outra janela)

 

Um dia, um gato (legendas em espanhol)

Gênero: Comédia dramática – Direção: Jotchek Jasny – Idioma original: tcheco –
Ano: 1963 – País: Tchecoslováquia – Classificação: livre – Duração: 95 minutos

Beleza e imaginação em uma fantástica poesia. Uma fábula para crianças e adultos assistirem. Assim é o filme que ganhou o prêmio do júri do Festival de Cannes de 63, além de ser indicado a Palma de Ouro, naquele mesmo ano. Com recursos técnicos limitados, com trucagens visuais feitas diretamente nas películas de filmagem, o diretor tcheco construiu  uma narrativa interessante, utilizando a fantasia para fazer cinema e sutilmente uma crítica social.

A história é simples. Os moradores de um vilarejo assistem ao espetáculo de um mágico e seu gato, que usa óculos. Quando o bichano tira as lentes, tem o poder de mudar a cor das pessoas à sua volta de acordo com o caráter delas. Para cada mesquinharia humana, uma cor.  O fato assusta os adultos do lugar, que vêem o animal como uma ameaça, mas, ao mesmo tempo, atrai todas as crianças da vila. No meio do filme, o gato desaparece. Começa então uma busca nem tão interessante assim para todos envolvidos na história.

___________________________________

Um Homem com uma Câmera

Gênero: Documentário – Direção: Dziga Vertov
Cinematografia de Mikhail Kaufman e editado por elizaveta Svilova
Ano: 1929 – País: União Soviética – Classificação: livre – Duração: 68 minutos

O filme “Um Homem com uma Câmera” é uma produção soviética de 1929, dirigido e escrito por Dziga Vertov. Foi gravado nas cidades soviéticas de Kiev, Kharkov, Moscou e Odessa. Um experimento cinematográfico que foi considerado inovador para a sua época por utilizar várias técnicas até então pouco ou nada vistas.
É um documentário que mostra um dia típico, na vida de uma cidade entrando na modernidade.
O filme, mudo, era acompanhado nos cinemas com música ao vivo, com orientação do próprio Vertov.

_______________________________

O Olhar Estrangeiro

Gênero: Documentário Direção: Lúcia Murat
Roteiro: Lúcia Murat e  Tunico Amâncio
Entrevistados: Bo Jonsson, Charlie Peters, David Welsman, Èdouard Luntz, Gerard Lauzier, Greydon Clark, Hope Davis, Jon Voight, Larry Gelbart, Michael Caine, Philippe Clair, Philippe de Broca, Robert Elis Miller, Tony Plana, Zalman King
Ano: 2005  País: Brasil  Classificação: 16 anos  Duração: 70 min

“Olhar Estrangeiro” é um filme sobre os clichês e as fantasias que se avolumam pelo mundo afora sobre o Brasil. Baseado no livro “O Brasil dos gringos”, de Tunico Amâncio, o documentário mostra a visão que o cinema mundial tem do país. Filmado na França (Lyon e Paris), Suécia (Estocolmo) e EUA (Nova York e Los Angeles), o filme, através de entrevistas com os diretores, roteiristas e atores, desvenda os mecanismos que produzem esses clichês.

________________________

O Auto da Compadecida

Gênero: Comédia/Aventura – Direção: Guel Arraes
Roteiro adaptado da obra de Ariano Suassuna
Roteiro: Adriana Falcão, Guel Arraes, João Falcão. – Edição: Paulo Henrique Farias
Elenco: Matheus Nachtergaele, Selton Mello, Denise Fraga, Fernanda Montenegro, Marco Nanini e mais.
Ano: 2000 – País: Brasil – Classificação: livre – Duração: 139 min

O filme mostra as aventuras de João Grilo e Chicó, dois nordestinos pobres que vivem de golpes para sobreviver. Eles estão sempre enganando o povo de um pequeno vilarejo no sertão da Paraíba, inclusive o temido cangaceiro Severino de Aracaju, que os persegue pela região. Somente a aparição da Nossa Senhora poderá salvar esta dupla.

_______________________

Clube da Lua (Luna de Avellaneda)

Gênero Drama – Direção: Juan José Campanella
Elenco: Ricardo Darín, Eduardo Blanco, Mercedes Morán mais
Ano: 2006 – País: Espanha, Argentina – Classificação: 12 anos – Duração: 155 min

Luna de Avellaneda é um clube de dança fundado em Buenos Aires na década de 1940. Durante mais de 40 anos diversos clubes como este funcionaram nos bairros da capital argentina, trazendo diversão e vida social para seus habitantes. A crise financeira dos anos 90, porém, fez com que estes clubes começassem a fechar suas portas. Ameaçado pela falta de clientes, o Avellaneda enfrenta sua maior crise. À beira da falência, os descendentes de seus fundadores se unem para evitar o pior: a transformação do clube em um casino. (Adoro Cinema)

_______________________

El hombre de al lado (som original em espanhol)
Gênero: Drama – Direção: Gastón Duprat, Mariano Cohn
Ano: 2009 – País: Argentina – Classificação: 14 anos – Duração: 101 min
Direção:
Música composta por: Sergio Pángaro – Roteiro: Andrés Duprat
Elenco: Daniel Aráoz, Rafael Spregelburd, Eugenia Alonso

Sinopse: Leonardo, desenhista industrial, famoso, políglota, esnobe e sobérbio.
Mora com usa mulher e a filha pré adolescente em uma casa famosa por ter sido desenhada por Le Corbusier. Na casa ao lado vive Victor, possível vendedor de carros usados, rústico, prepotente, vulgar.

Quando Víctor se prepara para abrir uma janela na parede lateral, vizinha à propriedade de Leonardo para “apanhar uns raiozinhos de sol”, a guerra dos dois mundos se torna inevitável.

_______________________

Policarpo Quaresma, herói do Brasil

Gênero: Comédia – Direção: Paulo Thiago
Elenco: Paulo José, Giulia Gam, Ilya São Paulo, Bete Coelho
Roteiro: adaptação de livro de Lima Barreto; Alcione Araújo
Ano: 1998 – País: Brasil – Classificação: 12 anos – Duração: 124 min

“Policarpo Quaresma, herói do Brasil” é baseado na obra “Triste Fim de Policarpo Quaresma”, de Lima Barreto. Roteiro adaptado por Alcione Araújo.

Policarpo Quaresma (Paulo José) é um funcionário público que, em pleno Congresso Nacional, defende a adoção do tupi-guarani como língua oficial do Brasil. Seu arroubo nacionalista é criticado pelo Almirante Caldas (Nelson Dantas), por redigir relatórios da Marinha em tupi-guarani.

Clique e leia a crítica de Pablo Villaça (Cinema em Cena/Carta Capital) sobre o filme

Leia também análise do livro “Triste Fim de Policarpo Quaresma”

______________________

Reis e Ratos
Gênero: Comédia – Direção: Mauro Lima 
Elenco: Selton Mello , Rodrigo Santoro , Paula Burlamaqui , Otávio Muller ,  Seu Jorge , Cauã Reymond e Rafaela Mandelli
Ano: 2011 – País: Brasil – Classificação: 14 anos – Duração: 101 min.

Sinopse: Na Rio de Janeiro de 1963, o clima de conspiração afeta uma série de personagens relacionados, de alguma forma, ao cenário político da época. Um deles é Troy (Selton Mello), agente da CIA que vive no Brasil e passa a duvidar de sua fidelidade com sua terra natal. Com a ajuda de seu comparsa brasileiro, o Major Esdras (Otávio Müller), ele planeja uma armadilha para o presidente que pode atrapalhar os planos do Golpe Militar. Totalmente filmado em preto e branco, o longa reproduz a atmosfera noir dos filmes policiais da época e se desenvolve com a ajuda de flashbacks e da perspectiva de todos os envolvidos na trama.

Leia a crítica de Roberto Cunha (Adoro Cinema) sobre “Reis e Ratos”

________________________________

Amarcord (primeira parte) 

Gênero: Comédia dramática – Direção: Federico Fellini
Elenco: Magali Noël, Pupella Maggio, Armando Brancia,  Ciccio Ingrassia, Nando Orfei, Luigi Rossi, Bruno Zanin, Gianfilippo Carcano, Josiane Tanzilli, Maria Antonietta Beluzzi, Giuseppe Ianigro, Ferruccio Brembillaa
Ano: 1973 – Itália/França – Duração: 127 min
Direção: Federico Fellini
Recomendado a partir de 14 anos.

Legendado em português: em duas partes.
Primeira parte   / Segunda parte

Legendado em espanhol: arquivo único. Clique aqui

Sinopse: Através dos olhos de Titta (Bruno Zanin), um garoto impressionável, o diretor dá uma olhada na vida familiar, religião, educação e política dos anos 30, quando o fascismo era a ordem dominante. Entre os personagens estão o pai e a mãe de Titta, que estão constantemente batalhando para viver, além de um padre que escuta confissões só para dar asas à sua imaginação anti-convencional.

Leia “O Cinema das Recordações” crítica assinada por Heitor Romero

_______________________________

 

O Filho Eterno
Data de lançamento 1 de dezembro de 2016 (1h 22min)

Gênero: Drama – Direção: Paulo Machline
Elenco: Marcos Veras, Débora Falabella, Uyara Torrente e Pedro Vinícius de Matos Francisco
Ano: 2016 – Brasil – Duração: 82 min
Não recomendado para menores de 14 anos

Sinopse: O casal Roberto (Marcos Veras) e Cláudia (Débora Falabella) aguarda ansiosamente pela chegada de seu primeiro bebê. Roberto, que é escritor, vê a chegada do filho com esperança e como um ponto de partida para uma mudança completa de vida. Mas toda a áurea de alegria dos pais é transformada em incerteza e medo com a descoberta de que Fabrício, o bebê, é portador da Síndrome de Down. A insatisfação e a vergonha tomam conta do pai, que terá de enfrentar muitos desafios para encontrar o verdadeiro significado da paternidade. (AdoroCinema)

Clique e leia detalhes sobre “O Filho Eterno”, protagonizado pelo iguaçuense Pedro Vinícius de Matos Francisco.

_________________________________

A Classe Operária vai ao Paraíso
Drama – Direção: Elio Petri
Ano: 1971 – Itália – Duração: 125 min
Elenco: Gian Maria Volonté, Adriano Migliano, Corrado Solari,
Donato Castellaneta, Ezio Marano, Mariangela Melato

A Classe Operária Vai ao Paraíso lançado em 1971 tem na direção Élio Petri e recebeu a Palma de Ouro em Cannes. Ele é um dos clássicos do cinema político pós segunda guerra. O filme conta a trajetória de Lulu Massa (Gian Volonté), um operário consumido pelo capital e cujo trabalho consome sua vida. Lulu é o operário-padrão da fábrica, e por isso, festejado pelos chefes e hostilizado pelos outros trabalhadores. No entanto, após perder um dedo em acidente de trabalho,  Lulu passar a ter uma atitude crítica ao modelo capitalista e a se confrontar com a direção da fábrica.

___________________

Pra Frente, Brasil
Drama – Direção:  Direção: Roberto Farias
Ano: 1983  – Brasil – Duração: 110 min
Elenco: Reginaldo Faria, Antonio Fagundes, Natália do Valle e Elisabeth Savallas

Em 1970 o Brasil inteiro torce e vibra com a seleção de futebol no México, enquanto prisioneiros políticos são torturados nos porões da ditadura militar e inocentes são vítimas desta violência. Todos estes acontecimentos são vistos pela ótica de uma família quando um dos seus integrantes, um pacato trabalhador da classe média, é confundido com um ativista político e “desaparece”.

___________________

Tempos Modernos
Comédia – Direção: Charles Chaplin

Ano: 1936 – EUA – Duração: 87 min
Roteiro: Charles Chaplin
Elenco: Charlie Chaplin, Paulette Goddard, Henry Bergman, Stanley Sandford, Chester Conklin

Um trabalhador de uma fábrica, tem um colapso nervoso por trabalhar de forma quase escrava. É levado para um hospital, e quando retorna para a “vida normal”, para o barulho da cidade, encontra a fábrica já fechada. Enquanto isso, uma jovem, orfã de mãe, com duas irmãs pequenas e o pai desempregado, tem que realizar pequenos furtos para sobreviver(roubar um pão para comer) . Após a morte do pai em uma manifestação, dois agentes do governo vão buscá-las para a adoção, mas a jovem foge.

O filme foi censurado em vários países como na Alemanha Nazista , por conta de suas citações sobre o comunismo e a social-democracia.
O filme foi também criticado pela sociedade americana por causa das mesmas citações comunistas e social-democratas como críticas À Revolução Industrial, principalmente pelos industriais.
Outro ponto a citar, é que o filme é um tanto futurista, já que várias tecnologias existentes no filme não existiam há época.
Foi o último filme em que Chaplin interpreta o vagabundo, seu clássico personagem.

Clique e leia mais consideraçõe sobre “Tempos Modernos”

__________________________

Cabra Marcado para Morrer
Documentário – Direção: Eduardo Coutinho
Ano: 1984 – Brasil – Duração: 119 min
Produção e Roteiro: Eduardo Coutinho – Fotografia: Fernando Duarte, Edgar Moura
Elenco: Elisabeth Teixeira e família, João Virgínio da Silva e os habitantes de Galiléia (Pernambuco).
Narração de Ferreira Gullar, Tite Lemos e Eduardo Coutinho

Início da década de 60. Um líder camponês, João Pedro Teixeira, é assassinado por ordem dos latifundiários do Nordeste. As filmagens de sua vida, interpretada pelos própios camponeses, foram interrompidas pelo golpe militar de 1964. Dezessete anos depois, o diretor retoma o projeto e procura a viúva Elizabeth Teixeira e seus dez filhos, espalhados pela onda de repressão que seguiu ao episódio do assassinato. O tema principal do filme passa a ser a trajetória de cada um dos personagens que, por meio de lembranças e imagens do passado, evocam o drama de uma família de camponeses durante os longos anos do regime militar.

Não recomendado para menores de 12 anos
Clique aqui e leia mais sobre “Cabra Marcado para Morrer”

_________________________

Tarja Branca – A revolução que faltava
Documentário – Direção: Cacau Rhoden
Ano: 2013 – Brasil – Duração: 81 min
 
Elenco: Domingos Montagner, Wandi Doratiotto, Antônio Nóbrega e José Simão

A partir dos depoimentos de adultos de gerações, origens e profissões diferentes, o documentário discorre sobre a pluralidade do ato de brincar, e como o homem pode se relacionar com a criança que mora dentro dele. Por meio de reflexões, o filme mostra as diferentes formas de como a brincadeira, ação tão primordial à natureza humana, pode estar interligada com o comportamento do homem contemporâneo e seu “espírito lúdico”.

____________________________

Ó Pai, ó

Comédia dramática – Direção e roteiro: Monique Gardenberg
 Ano: 2007 – Brasil – Duração: 96 min
Música composta por: Caetano Veloso e Davi Moraes
Elenco: Lázaro Ramos, Emanuelle Araújo, Tânia Toko, Wagner Moura, Luciana Souza, Auristela Barreto e Dira Paes

Não recomendado para menores de 14 anos. Este filme Contém cenas de Drogas Lícitas, Violência

____________________________

 

Nise, o Coração da Loucura
Drama – Direção: Roberto Berliner – Ano: 2015 – Brasil – Duração: 102 minutos
Música composta por: Jaques Morelenbaum – Direção de arte: Daniel Flaksman
Roteiro: Roberto Berliner, Flavia Castro, Patrícia Andrade, Chris Alcazar, Maurício Lissovski, Leonardo Rocha, Maria Camargoa
Elenco: Glória Pires, Fabrício Boliveira, Roberta Rodrigues, Augusto Madeira, Simone Mazzer, Zé Carlos Machadoa


 

Los ojos cerrados de América Latina
Gênero: Documentário – Ano: 2008 – Duração: 90 min
País: Argentina – Direção e investigação: Miguel Mirra
Som original: em espanhol

_______________

 

Quem Vamos Invadir a Seguir
Gênero: Documentário – Ano: 2015 – Duração: 120 minutos
País:  EUA – Direção: Michel Moore
Legendado em português

 


A Era da Estupidez
Gênero: Documentário – Ano: 2009 – Reino Unido – Duração: 89 min

Direção e Roteiro:  Franny Armstrong
Elenco: Pete Postlethwaite, Fernand Pareau, Jeh Wadia
Som original, legendado em português


 

A Missão (som original, legendas em espanhol)
Gênero: Drama – Ano: 1986 – Inglaterra – Duração: 125 min
Direção: Rolland Joffé – Roteiro de Robert Bolt – Música: Ennio Morricone
Elenco: Robert De Niro, Jeremy Irons, Liam Neeson, Aidan Quinn

Clique aqui para  assistir versão dublada em português
Oscar de melhor fotografia e Palma de Ouro de 1986


 

Estômago
Drama – Direção: Marcos Jorge – Ano: 2007 – Brasil – Duração: 98 min
Elenco: João Miguel, Fabiula Nascimento, Babu Santana, Carlos Briani, Zea Cenovicz, Paulo Miklos, Andrea Fumagalli

 


 

Quem foi Kafka?
Documentário – Direção – Richard Dindo – Ano: 2006 –
Suiça e França – Duração: 96 min –
Audio original em alemão – Legendado em português

 


 

Nise, o Coração da Loucura
Drama – Direção: Roberto Berliner – Ano: 2015 – Brasil – Duração: 102 minutos
Música composta por: Jaques Morelenbaum – Direção de arte: Daniel Flaksman
Roteiro: Roberto Berliner, Flavia Castro, Patrícia Andrade, Chris Alcazar, Maurício Lissovski, Leonardo Rocha, Maria Camargoa
Elenco: Glória Pires, Fabrício Boliveira, Roberta Rodrigues, Augusto Madeira, Simone Mazzer, Zé Carlos Machadoa


 

Brincando nos Campos do Senhor (Legendado)
Drama – Direção: Hector Babenco

Ano: 1991 – EUA –  Duração: 186 minutos
Roteiro: Héctor Babenco, Jean-Claude Carrière, Vincent Patrick
Atores: Tom Berenger, John Lithgow, Daryl Hannah, Aidan Quinn, Tom Waits, Kathy Bates, Stênio Garcia, Nélson Xavier, José Dumont, Niilo Kivirinta, S. Yriwana Karaja, José Renato Lana, Ruy Polanah e Carlos Xavante.


 

 

El Secreto de Tus Ojos
– Drama – Direção: Juan José Campanella
– Ano: 2010 – Espanha/Argentina – Duração: 127 min.Fotografia: Félix Monti
Roteiro: Juan José Campanella, Eduardo Sacheri – Música composta por: Federico Jusid, Emilio Kauderer
– Elenco: Ricardo Darin, Soledad Villamil, Pablo Rago


 

Bicho de Sete Cabeças
– Drama – Direção: Laís Bodanzky
– Ano: 2001 – Brasil/Itália, Duração: 84 min.
– Elenco: Altair Lima, Caco Ciocler, Cássia Kiss, Gero Camilo, Jairo Mattos, Linneu Dias, Luis Miranda, Marcos Cesana, Othon Bastos, Rodrigo Santoro, Valéria Alencaro


 

O Ovo da Serpente
– Drama – Direção: Ingmar Bergman
– Ano: 1977 – EUA/Alemanha – Duração: 119 min
– Legendado em português


 

A Sociedade do Espetáculo
– Documentário – Direção: Guy Debord
– Ano: 1973 – França – Duração: 89 min
– Legendado em português


 

Jango – Como, quando e por que se derruba um presidente
– Documentário – Direção: Silvio Tendler

– Roteiro: Maurício Dias – Narração: José Wilker 
– Trilha Sonora: Milton Nascimento e Wagner Tiso
Ano: 1984 –  Brasil – Duração: 115 min – Classificação etária: 14 anos


 

O Homem que Virou Suco
– Drama. –  Roteiro e direção: João Batista de Andrade
– Elenco: José Dumont, Célia Maracajá, Ruth Escobar, Denoy de Oliveira, entre outros.
   Participação especial de Vital Farias, Dominguinhos e Miran.
– Ano: 1979 (Restaurado em 2006) – Brasil – Duração: 90 min – Classificação etária: 16 anos


El Nombre de la Rosa (versão em espanhol)
– Drama, Suspense. Adaptação do livro de Umberto Eco – Direção: Jean-Jacques Annaud
Com Sean Connery, Christian Slater, Elya Baskin – País: França, Itália, Alemanha
– Ano: 1986 – Duração: 2h11min 

O Nome da Rosa (dublado em português)


Cinco Câmeras Quebradas
– Documentário – Direção: Emad Burnat
e Guy Davidi, País: Palestina, Ano: 2011, Duração: 95 min


Los Lunes al Sol (audio original, em espanhol)
– Comédia – Direção: Fernando León de Aranoa,
País: Espanha, Ano: 2002, 
Duração: 1h 53m



La Lengua de las Mariposas
– Drama – Direção: José Luis Cuerda,
País: Espanha, Ano: 1999, Duração: 92 min.


Comentários fechados.

  • Cena Aberta: "Un día, un gato" - http://www.guata.com.br/cinema/